Carcaça de avião em BH viraliza nas redes sociais

Carcaça de avião era transportada pelas ruas de BH, quando chamou atenção no bairro de Copacabana por se tratar da peça de aeronave que caiu na Avenida Portugal na noite anterior

O poder das redes sociais foi capaz de viralizar uma carcaça de avião que era transportada pelas ruas de Belo Horizonte (MG) na manhã de 13 de agosto. O fato curioso chamou a atenção dos moradores do bairro de Copacabana, onde foi parar o objeto que havia enguiçado e vinha da região da Pampulha, também na capital mineira.

Com isso, a aeronave virou uma atração à parte do bairro, situado na região de Venda Nova, reunindo dezenas de curiosos que tiraram fotos e até adentraram a região interna do avião para captar mais imagens.

Carcaça de avião

A carcaça de avião era transportada na noite do dia 12 de agosto na avenida Portugal, quando foi registrado um imprevisto logo em seguida, na região que compreende a esquina da avenida Virgílio Melo Franco com a rua Faria Lobato, no bairro Santa Amélia. A companhia de trânsito de Belo Horizonte, a BHTrans, divulgou que durante a madrugada o problema foi resolvido e objeto seguiu viagem até a rua Hildebrando Oliveira, no bairro de Copacabana.

A força das mídias sociais

A confusão se deu quando pessoas que estavam no local na noite de segunda-feira tiraram diversas fotos da carcaça de avião parada na avenida Portugal. Mas bastou uma moradora filmar o ocorrido e dizer que um avião havia caído ali para causar um alvoroço nas redes sociais. Em questão de minutos, o vídeo com a afirmação de que uma aeronave teria caído nesta região viralizou pelo Facebook, Twitter e WhatsApp.

No entanto, a BHTrans tratou de desmentir o fato também via mídias sociais, relatando que ocorreu apenas um problema durante o trajeto da carcaça de avião.

Na verdade o destino correto do objeto fora de uso da aeronave é um ferro-velho, no bairro de Copacabana, de acordo com a BHTrans. Todavia, o lugar onde a carcaça foi colocada não havia nenhum responsável que pudesse prestar mais esclarecimentos.

Diversão

Apesar do mal entendido, a lojista Gislene Cruz, de 40 anos, resolveu levar a filha Charlote, de três anos, para ver a “atração”. Em declaração ao portal em.com.br, ela disse:

“Eu vim para mostrar para minha filha, porque para crianças tudo vale. É uma coisa diferente, inusitada”.

Já a nutricionista Dinah Chaves, 61 anos e residente próxima do local onde a carcaça de avião estava encostada, relatou:

“Eu escutei o barulho e vim ver o que era. Na semana passada trouxeram outra parte de um avião em uma carreta. É uma coisa interessante. Virou um ponto de parada para as pessoas tirarem fotos”.

O marido da professora Juliana Guimarães, de 34 anos a avisou da novidade, pois estava passando pelo local onde avistou a aeronave. Ela então decidiu levar as filhas para conhecerem de perto a pequena atração do bairro. Porém, ela ressalta que teve moradores de outras regiões mais distantes que também quiseram conferir a carcaça de avião.

Fonte: site Em.Com.Br

*Foto: Divulgação / Paulo Filgueiras/EM/DA Press