Mais leitos em PE: estado tem hoje mais quartos que no início da pandemia

Mais leitos em PE vale também para UTI, com 1.466 unidades de terapia intensiva

Na noite de ontem (26), a rede pública estadual de Saúde de Pernambuco possui até o momento 2.621 leitos dedicados aos pacientes da Covid-19, sendo 1.466 de UTI. Além disso, este é o maior volume de leitos destinados aos infectados pela doença desde o começo da pandemia, em março de 2020.

Mais lentos em PE

Com uma segunda onda da Covid-19 mais severa e alterando o cotidiano da população novamente, a necessidade de criação e manutenção de mais leitos reflete uma realidade preocupante. Em suma, apesar de mais leitos em PE, o percentual de ocupação continua superior a 90%. Apenas ontem, a ocupação de UTI na rede pública estadual marcou 96%.

2020

O maior volume de leitos em Pernambuco, até então, havia sido registrado em 20 de junho do ano passado. Na ocasião, o máximo de leitos disponíveis pela Central Estadual de Regulação Hospitalar era de 2.541 vagas, sendo 972 de UTI.

Hoje, o número de ocupantes de leitos de UTI é superior a 1.400 pessoas. Ou seja, ele não caberia nos leitos disponíveis em 2020.

Março

Somente neste mês de março, até ontem, em 26 dias foram colocados efetivamente em operação 450 leitos de terapia intensiva. Este número corresponde a 7,5 vezes a capacidade instalada de UTI do Hospital da Restauração, que é um dos maiores hospitais públicos do Brasil e a maior emergência do Norte e Nordeste.

Além disso, dentre os 450, os mais recentes foram abertos também nesta sexta-feira. Agora são 15 leitos de UTI, sendo 5 no Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP), no Recife, e 10 no Hospital Regional Inácio de Sá, em Salgueiro, no Sertão.

*Foto: Divulgação