maria-fumaça de 1927 proporciona viagem no tempo
Turismo

Maria-fumaça de 1927 proporciona viagem no tempo

Maria-fumaça leva o visitante a vila ferroviária de Guararema, no interior de São Paulo, em um trajeto de sete quilômetros

A cidade de Guararema, no interior paulista proporciona uma verdadeira viagem no tempo através de uma Maria-fumaça de 1927. É por meio do som do apito, que os passageiros do trem identificam o início do trajeto e a possibilidade de recordar boas lembranças do passado.

A locomotiva é chamada de “velha senhora” e opera com quatro vagões cheios de visitantes até a vila de Luis Carlos, distantes sete quilômetros dali. O trem possui capacidade para 180 passageiros, que têm a chance de realizar um passeio raro nos dias de hoje no Brasil.

História da maria-fumaça

A maria-fumaça costumava realizar o trajeto entre Rio de Janeiro e São Paulo pela ferrovia Central do Brasil até o fim da década de 1950, explica a chefe de trem Fabiana Musci.

A partir daí, a locomotiva foi trocada por uma máquina a diesel. No entanto, anos depois, a Associação Brasileira de Preservação Ferroviária (ABPF), que é uma entidade que recupera trens antigos, além de gerenciar rotas de turismo, promoveu a restauração do trem de Guararema.

Fabiana afirma que hoje a maria-fumaça dos anos 1920 é a maior em atividade em território nacional.

Durante as férias, os horários de passeio lotam os quatro vagões. Já em dias pouco movimento opera com apenas três, que são de madeira e foram produzidos entre 1896 e 1937. As informações são da chefe de trem, que atua nesta linha desde 2015, quando o trajeto foi restaurado.

A velocidade do trem é avançada lentamente, partindo de sete e chegando até 18 km/h. a “vagareza” da locomotiva proporciona aquela volta ao passado e promovendo ao passageiro a contemplação da zona urbana da cidade do interior paulista, que dá vista para morros cobertos de pasto.

Música e para na estação Luis Carlos

A rota proporciona também uma atração de entretenimento com apresentação de uma dupla de músicos, com triângulo e sanfona. Os ritmos levados por eles e acompanhados pelos visitantes são cantorias de sertanejo raiz e forró. Como a música não está inclusa no ingresso, a dupla passa o chapéu ao final da apresentação para arrecadar algum dinheiro.

A chegada à estação de Luis Carlos dura aproximadamente 20 minutos. O local é uma antiga vila ferroviária, em 2011 foi restaurada especialmente para receber a maria-fumaça de Guararema e seu público.

A estação Luis Carlos é composta apenas por duas ruas paralelas, com casas térreas em tonalidades de amarelo, azul, rosa e verde. Suas portas saem diretamente na calçada.

Residências e comércio

No entanto, a vila não possui muitas residências. Além disso, as pessoas que visitam o lugar encontram: um centro cultural e uma igreja, situados em frente a uma pequena praça; uma cervejaria, loja de lembrancinhas, um restaurante e uma sorveteria.

O tradicional asfalto das ruas de hoje dá lugar ao antigo paralelepípedo do passado e até os postes de luz remetem á mesma época, dando a impressão do visitante estar em uma cidade cenográfica. As pessoas ficam nesta vila por cerca de uma hora até retornarem à Guararema. Quem não tiver tempo de fazer uma refeição completa é possível comprar pipoca vendida em carrocinhas como as vistas em novelas ou filmes antigos. Também tem a opção do passageiro comprar biscoitos de polvilho, bebidas e picolés dentro da própria maria-fumaça.

Depoimentos de passageira

Segundo a dona de casa uruguaia de Montevidéu e hoje residente de Mogi das Cruzes, Maria Lícia Garin, de 60 anos:

“Eu me lembrei das viagens de trem que fazia com a minha mãe, até emociona”.

Ela passeou acompanhada pela filha Mariane Belando, que é professora universitária e pelo neto de seis anos. A avó ressalta que esta foi a primeira viagem de trem do garoto, que adorou, porém queria que a locomotiva andasse mais rápido.

Mais informações do passeio de maria-fumaça

Ao todo, o passeio de maria-fumaça dura cerca de duas horas e os ingressos custam R$ 65 por pessoa. Já para crianças de até cindo anos de idade, a viagem é gratuita.

A administração sugere que em feriados e período de férias que os interessados comprem os bilhetes pelo site oficial e retirá-lo na bilheteria da estação.

Porém, quem optar por adquirir as entradas na hora corre o risco de não encontrar e ter que incluir seu nome em uma lista de espera.

Todo o valor arrecadado com as passagens é destinado à ABPF que cuida dos pagamentos da locomotiva e utilização da linha, que é operada pela concessionária MRS.

A maria-fumaça de Guararema parte aos finais de semana e feriados em dois horários: às 10h e às 14h30.

Fonte: Folha de S. Paulo

*Foto: Divulgação

Postagens relacionadas

Programa de SC de inovação no turismo é destaque lá fora

Município Assessoria

Prefeitura de Resende participará do Fórum Regional do Turismo Fluminense

Município Assessoria

Winter Bierfest ocorre neste fim de semana em Campos do Jordão

Município Assessoria

Conheça mais sobre Delta do Parnaíba, no Norte do Piauí

Município Assessoria

Canoa Quebrada espera mais turistas, com início de voo regular

Município Assessoria

Ônibus de turismo mantém operação mesmo com lockdown em Macau e Guamaré

Município Assessoria