Mariana planeja semana santa com necessidade de renovação

Mariana comemora 324 anos de existência em 2020 e é marcada como a primeira vila de devoção, primeira capital, primeira cidade planejada e sede do primeiro bispado em Minas Gerais

A cidade histórica de Mariana que acaba de completar 324 anos de existência foi a primeira capital do estado e conta com uma das celebrações mais tradicionais de Minas Gerais.

Mariana – necessidade de renovação

A celebração de Mariana é pontuada por seus panos roxos colocados nas sacadas dos casarios coloniais e nos altares das igrejas, que marcam o começo de um período de fé e tradição durante a semana santa.

Considera berço da religiosidade, a cidade mineira preserva uma forma singular de comemorar esse período como uma das celebrações mais bonitas de Minas, que mantém tradições que datam de séculos passados, como o uso de tapetes de serragem e as colchas bordadas nas sacadas.

As festividades começaram no dia 4 de março, com a bênção dos santos óleos, e terminam com a ressurreição de Jesus, que acontece no domingo de Páscoa, no dia 12 de abril.

Procissão das almas

Na madrugada do sábado santo ocorreu a procissão das almas, em que fiéis se cobrem com túnicas brancas e carregam velas pelas ruas do Centro Histórico, entoando cânticos e murmúrios.

Já no domingo de Páscoa, a cidade de Mariana se enche de cores. As ruas do Centro Histórico são decoradas e as janelas enfeitadas com colchas de retalho, toalhas bordadas e vasos de flores.

Tradicionalmente, os sinos tocam para anunciar o começo da procissão, tradição que remonta à cerimônia do século 18, composta por crianças vestidas de anjo e passando por ruas cobertas por tapetes de serragem.

Celebração deste ano em Mariana será especial

A celebração da semana santa em Mariana será especial neste ano, para a população local. Motivados pela renovação da fé e religiosidade, na intenção de ser mais uma força para os residentes que foram vítimas do rompimento da Barragem do Fundão, em Bento Rodrigues, em novembro de 2015.

A Catedral da Sé será o palco principal das festividades, além da Praça Minas Gerais, onde ficarão concentrado os bailes, shows, malhação do Judas e os tapetes de flores e serragens coloridas.

Fonte: jornal Estado de Minas

*Foto: Divulgação / Prefeitura Municipal de Ouro Preto