Novembro Negro em Santa Clara: Balcão de Empregos e CIEE se unem em ação

Novembro Negro em Santa Clara terá orientações para acesso ao mercado formal de trabalho

Na última sexta-feira (12), a Secretaria Municipal do Trabalho em Emprego de Rio Preto promoveu uma ação no Núcleo Santa Clara, na região do Bosque. Sendo assim, o Balcão de Empregos se uniu ao CIEE (Centro de Integração Empresa Escola) em prol de uma oficina de confecção de currículos para movimentar a economia local.

Novembro Negro em Santa Clara

A ação integra a programação do Novembro Negro em Santa Clara. Ao longo deste mês haverá ações e eventos focados no Dia da Consciência Negra, celebrado em 20 de novembro, que marca a luta contra o racismo e a desigualdade racial.

De acordo com a vice-presidente do Conselho Municipal Afro, Denise Ferreira, que também é líder comunitária na Estância Santa Clara:

“É muito importante que a população que vive nas regiões mais distantes da área central conheça as possibilidades de acesso ao mercado de trabalho formal, especialmente porque estamos falando de muitas famílias de pessoas pretas e parda e também pobres. Trazer até elas informações e condições para geração de renda e desenvolvimento social.”

Programação do novembro Negro em Santa Clara

Nas próximas sextas-feiras (19 e 26), também à tarde, serão realizadas novas oficinas de currículos e Balcão de Empregos, no Núcleo Santa Catarina e no Núcleo Vila Azul, respectivamente.

Ciclo de diálogo

Por outro lado, no dia 24 de novembro (quarta-feira), terá um ciclo de diálogo na sala de sessões da Câmara de Rio Preto. O encontro contará com as presenças de: Miriam das Graças Oliveira, assistente social do CIEE; Elias “Darok” Viana, presidente do Conselho Municipal Afro, idealizador do projeto Negrário; Robson Pedro de Toledo, presidente da Comissão de Igualdade Racial da OAB de São José do Rio Preto; Demécio Rodrigo da Silva, assessor da Secretaria da Mulher, chefe do Núcleo de Enfrentamento ao Preconceito; Ariane Antonio dos Santos, acadêmica de administração, pesquisadora de carreiras e conselheira do Conselho Afro; Paulo Perso da Costa, conselheiro do Conselho Afro e chefe de gabinete na Secretaria do Trabalho e do Emprego. Além disso, a conversa será transmitida pela TV Câmara.

Vale destacar que todas as atividades são abertas à comunidade e não dependem de inscrições prévias.

Mercado de trabalho

Apesar das ações, um estudo intitulado Síntese de Indicadores Sociais, realizado pelo IBGE em 2019, a taxa de desocupação, um dos principais indicadores do mercado trabalho, foi de 13,6% para pretos ou pardos e de 9,3%, para brancos.

Já entre as pessoas ocupadas, o percentual de pretos ou pardos em empregos informais chegou a 47,4%, enquanto entre os trabalhadores brancos foi de 34,5%. Entretanto, a pobreza prejudicou mais as mulheres pretas ou pardas, com 39,8% dos extremamente pobres, e 38,1% dos pobres.

Ainda conforme o estudo, pretos e pardos representa mais da metade da população brasileira (56,8%). Eles foram os mais afetados pelos efeitos da crise provocada pela pandemia de Covid-19.

Serviço

Oficina de Currículos e Balcão de Empregos
Sempre das 13h às 17h
19/11 – Núcleo Santa Catarina: Av. Luiz Martins Filho – Parque das Amoras II
26/11 – Núcleo Vila Azul: Estrada Vicinal Rio Preto/V.Azul s/n Jd – Estância Navarette

Ciclo de Diálogo
24/11, às 14h, na sala de sessões da Câmara de Rio Preto
Não é necessária inscrição prévia