Quarta dose em Ribeirão Preto
Cotidiano

Quarta dose em Ribeirão Preto: agendamento comela hoje (22)

Quarta dose em Ribeirão Preto é destinada a idosos com mais de 80 anos e adultos com alto grau de imunossupressão

Nesta terça-feira (22), a Secretaria da Saúde de Ribeirão Preto reabriu o agendamento para a aplicação da quarta dose em idosos de 80 anos ou mais e de adultos com alto grau de imunossupressão, que receberam a última dose da vacina contra a Covid-19 até o dia 21 de novembro de 2021.

Agendamento

Além disso, a pasta também liberou o agendamento para a aplicação da 3ª dose na população adulta em geral. Sendo assim, todos os grupos poderão agendar pelo site da Prefeitura ou pelos telefones 3977-9441 e 3977-9442, das 9h30 às 12h. Pessoas acamadas podem agendar pelo telefone 3977-7111.

O total de doses disponibilizadas é de 4.100 e a vacinação ocorrerá amanhã (23), a partir das 8h30, em 32 postos de vacinação nas unidades de saúde de Ribeirão Preto. 

Documentos para levar no dia da vacinação

  • Documento oficial com foto;
  • CPF;
  • Comprovante de endereço de Ribeirão atualizado;
  • Ficha do Vacivida preenchida;
  • Cartão de vacinação com as doses aplicadas;
  • Número de protocolo do agendamento.

Quem pode tomar a quarta dose em Ribeirão Preto?

A segunda dose adicional (4ª dose) é indicada para idosos com 80 anos ou mais, e adultos que possuam ao menos uma das condições abaixo:

  • Imunodeficiência primária grave
  • Quimioterapia para câncer
  • Transplantados de órgão sólido ou de células tronco hematopoiéticas (TCTH) em uso de drogas imunossupressoras
  • Pessoas vivendo com HIV/Aids
  • Uso de corticoides em doses 20 mg/dia de prednisona, ou equivalente, por 14 dias
  • Uso de drogas modificadoras da resposta imune – Metotrexato; Leflunomida; Micofenolato de Mofetila; Azatiprina; Ciclofosfamida; Ciclosporina; Tacrolimus; 6-mercaptopurina; Biológicos em geral (Infliximabe, Etanercept, Humira, Adalimumabe, Tocilizumabe, Canakinumabe, Golimumabe, Certolizumabe, Abatacepte, Secukinumabe, Ustekinumabe); Inibidores da JAK (Tofacitinibe, Baracitinibe e Upadacitinibe)
  • Auto inflamatórias, doenças intestinais inflamatórias
  • Pacientes em terapia renal substitutiva (hemodiálise)
  • Pacientes com doenças imunomediadas inflamatórias crônicas

*Foto: Reprodução

Postagens relacionadas

Cães com coronavírus manifestam a doença em Curitiba

Município Assessoria

2º ano do ensino médio de Niterói retomam aulas presenciais

Município Assessoria

Técnica inovadora para tratamento de tumores em diversos órgãos humanos chega à Goiás

Município Assessoria

Moeda Pet: primeira edição do ano arrecada 185 quilos de garrafas plásticas

Município Assessoria

Municípios da Bahia voltam a ter casos ativos de coronavírus

Município Assessoria

Banco de Sangue de Ribeirão Preto pede doação urgente

Município Assessoria